Mulher é executada e principal suspeito é marido por não aceitar fim do casamentoBárbara Sá

mulher executada

Maria Lopes dos Santos, 43 anos, foi assassinada a tiros de espingarda calibre 32, na madrugada desta sexta (26), na zona rural de Nova Ubiratã (a 478 km de Cuiabá). O principal suspeito é o esposo, identificado como Claudemir Lima da Silva, 53, que fugiu do local.

O crime ocorreu em uma comunidade conhecida como Sinopão, na Madeireira Ubiratã. Segundo a boletim de ocorrência, a arma usada no crime foi uma espingarda calibre 32 e foi apreendida no local com munições.

De acordo com uma testemunha, o casal estava em processo de separação e nas últimas semanas houve muita briga por conta de ciúme. Uma vizinha, então, a levou para ficar em sua casa para evitar que as brigas continuassem, pois a vítima iria embora para outra cidade hoje.

Quando as duas estavam na cozinha, a Maria sentada em um banco, a testemunha estava de costa, apenas ouviu o barulho do tiro. Ela saiu correndo e a viítima ficou imóvel. O corpo ensanguentado de Maria Lopes foi encontrado pelos policiais em cima de um banco. A Polícia Civil foi acionada e vai investigar o crime.

Leia também:

Polícia prende acusados de tráfico que se disfarçavam de mototaxistas

Policiais civis da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) fazem hoje (1º) uma operação para …