Sinop: assinada ordem de serviço para reformar terminal de passageiros no aeroporto

A reforma no terminal de passageiros começa nos próximos dias nos setores de embarque e desembarque que hoje estão pequenos e com pouca estrutura. Serão investidos R$ 538 mil de recursos próprios da prefeitura. A previsão é que a reforma seja concluída em 3 meses. Serão construídas mais 4 salas para o setor administrativo, ampliação do check-in local, local para instalação de uma guarnição policial, mais 4 guichês para locação de veículos, revisões na parte elétrica, pintura e reformas no banheiro. Um dos maiores problemas é no setor de desembarque onde tem goteiras e, na parte externa, há pequena cobertura para pessoas que esperam passageiros e acabam, por exemplo, tomando chuva. No setor de embarque, com frequência se formam longas filas no check-in e passageiros ficam do lado de fora do terminal.

A ordem de serviço para a reforma foi assinada, esta manhã, pela prefeita Rosana Martinelli, durante encontro com lideranças.

Conforme Só Notícias já informou, a estrutura técnica do aeroporto está melhorando. Há poucos dias, foram homologados, pela Aeronáutica, os Indicadores de Percurso de Aproximação de Precisão (PAPI) – aparelhos de iluminação com focos calibrados, instalados ao lado da pista no aeroporto presidente Figueiredo, para ajudar pilotos nos pousos principalmente em dias chuvosos.

Para fevereiro deve ser liberado o funcionamento da Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA). A inspeção final, pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV), de Manaus, deve ocorrer até o próximo dia 26. A estação presta serviços de controle de tráfego aéreo, de informação de voo e de alerta, auxilia a navegação aérea, as operações de pouso e de decolagem. Em novembro, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou a liberação da frequência de uso da EPTA.

Sinop tem uma companhia aérea que opera com voos diários para Cuiabá e diversas cidades em outros Estados.

 

 

SEM COMENTÁRIO