Policiais do Terceiro Batalhão correm risco

Por Claudio Natal

O terceiro batalhão de Policia Militar do Estado de Mato Grosso, especificamente na nossa Capital Cuiabana EXPÕEM a risco  a VIDA dos policiais que lá trabalham. A desídia com aqueles militantes na defesa do povo contra os bandidos da-se por causa de que o Estado esqueceu de dar manutenção e solucionar os problemas no rádio comunicador da Policia. Desse fato decorre que os policias ao saírem para atender algum ocorrência ou em determinadas rondas, em caso de emergência, não conseguirá pedir socorro pelo rádio devido a sua inoperância. Se determinada emboscada acontecer com os policias daquele batalhão ou se o contingente que estiver em determinada ocorrência não for suficiente para conter ataques de meliantes, os policias só terão seus celular para pedir ajuda ligando para 190 ou para o batalhão pois o rádio que serve para isso está inoperante. Pensando no pior e se um Policia for atacado em determinada ocorrência estiver sem reforço ou sem celular como proceder a pedir socorro? Há muito tempo, mais de meses essa situação é fato real no batalhão sem sequer que o governo tenha dado atenção a isto mesmo diante de tanta reclamação do militares.

Leia também:

PF apreende 11 fuzis no Aeroporto Santos Dumont

O destinatário do carregamento foi preso em flagrante Policiais federais apreenderam na noite de ontem …

2 comments

  1. Bom dia a todos, solicito correção da notícia pois não é o Terceiro Batalhão mas sim a ingerência do Estado que está ocasionando essa falha, falha essa muito grave que até hoje graças a Deus não ceifou a vida de nenhum profissional da segurança pública mas é gravíssimo esse fato pois não é de hoje que criminosos vem ouvindo a rede radio da Polícia com rádios piratas e ficando a um passo a frente da guarnição Polícial em operação.

  2. Já faz anos que a rede de comunicação da PM e deficiente. Qualquer rádio comunicador do Paraguai pode ser configurado na frequência da PM, isso mostrado nas redes sociais td dia. Até quando vão ficar assim? Até morrer algum policial? Pq nenhum secretário de segurança resolvei isso até hoje? Ou será que a ineficiência na comunicação daqueles que protegem o cidadão de bem esta benefíciando alguma empresa? Com a palavra os nossos gestores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *