Jornal Página do Estado

MPE investiga secretário de Saúde de Cuiabá por falta de exames

Gustavo Duarte

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou inquérito civil para investigar suposto ato de improbidade cometido pelo  secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Possas de Carvalho.

O órgão quer colher informações sobre o descumprimento de sentença numa ação que determinou a regularização, oferta e realização do exame de eletroneuromiografia aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Eletroneuromiografia é um método de diagnóstico neurofisiológico usado na avaliação das doenças dos nervos periféricos, plexos, raízes, neurônios motores espinhais, além dos músculos e junções neuromuscular.

Na ação, foi proferida sentença condenando o município a realizar os exames de todos os pacientes que estavam em lista de espera e, ainda, que nenhum paciente aguardasse por mais de 30 dias a realização do referido exame.

O inquérito do Ministério Público nasceu após o magistrado Luís Aparecido Bortolussi Júnior, da Vara de Ação Civil Pública, alertar para o descumprimento da decisão. O MPE deve colher informações para melhor delimitação de um possível objeto de ação.

Formado em Direto pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Luiz Antonio Possas de Carvalho substituiu Huark Douglas Correia após deflagração da Operação Sangria, em 2018.

O inquérito, datado do dia 10 de abril, é assinado pelo promotor Celio Joubert Furio.

Outro lado   

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Cuiabá e ainda aguarda resposta.

Fonte: Gazeta Digital

Jornal Página do Estado

Leia também:

Justiça condena Cuiabá a indenizar aposentado em R$ 350 mil por cobrança indevida

O município de Cuiabá foi condenado ao pagamento de R$ 350 mil, a título de …