Jornal Página do Estado

No Araguaia, Mendes volta defender reforma da previdência em encontro com Bolsonaro

mauro mendes, governador, bolsonaro

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a defender a reforma da previdência nesta quarta-feira (05), em seu encontro com o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e do governador de Goiás, o também democrata Ronaldo Caiado, no lançamento do programa ‘Juntos pelo Araguaia’, na cidade de Aragarças [GO], que faz divisa com Barra do Garças[MT].

O programa é uma ação de revitalização de bacia hidrográfica por meio de um esforço conjunto entre os governos federal, de Mato Grosso e Goiás, lançado no Dia Mundial do Meio Ambiente.

E prevê a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradas em 27 municípios, sendo 5 mil em cada um dos estados.

Ao reforçar a importância da reforma da previdência para os estados e municípios brasileiros, o chefe do Executivo de Mato Grosso, assegurou que sua aprovação seria a única forma de encontrar ‘um novo caminho para que o país não fique atolado no seu crescimento e na sua geração de empregos’.

Pedindo ainda aos deputados e senadores dos estados – presentes no evento -, que apoiassem o projeto de reforma enviada pelo governo de Bolsonaro, ao Congresso Nacional. Que discutissem a proposta, mas que não deixassem os estados e os municípios brasileiros de fora desta reforma, como forma de evitar que daqui há alguns anos o Brasil não fique com sua capacidade restrita de investimentos.

No Leste do Araguaia, Mendes também lembrou que era goiano de nascimento e mato-grossense de adoção. E que nas eleições, em visita ao Araguaia, havido selado um compromisso de criar um grande programa de revitalização do rio. E que nesta quarta, ao lado do presidente Bolsonaro e do governador Ronaldo Caiado, estaria cumprindo sua promessa

Ressaltando que mesmo que a aposentadoria seja um direito legítimo, se não houver mudança, entretanto, em suas regras, em muito pouco tempo, o Brasil terá que destinar a maior parte do seu dinheiro em caixa para quitar tão somente aposentadorias, colocando fim a investimentos em outros setores como estradas, educação e a saúde. E, assim, parar de produzir benefícios à sua população como um todo, que ao pagar seus impostos espera vê-los sendo colocados à disposição de melhorias reais.

Em seu discurso, no Leste do Araguaia, Mendes também lembrou que era goiano de nascimento e mato-grossense de adoção. E que nas eleições, em visita ao Araguaia, havido selado um compromisso de criar um grande programa de revitalização do rio. E que nesta quarta, ao lado do presidente Bolsonaro e do governador Ronaldo Caiado, estaria cumprindo sua promessa, lançando um dos maiores programas do país e do mundo de recuperação e preservação ambiental e exatamente no Dia Mundial do Meio Ambiente.

‘O programa prova que é possível produzir, ao mesmo tempo preservar, desenvolver riquezas e ainda fazer inclusão social’.

Apontando também que Mato Grosso como o maior produtor de commodities agrícolas do país tem colaborado substancialmente com a balança conmercial do Brasil.

‘Somos o maior produtor de soja, de milho e de algodão e temos condição de produzir muito mais. Lembrando que fazemos isto com a utilização de apenas 36% do nosso território. Ou seja, 64% continuam intocados como na época de Cabral. Prova incontestável que somos sim capazes de preservar. Portanto, não precisamos que nenhum ONG internacional, financiada por produtores americanos, venham aqui colocar o dedo na nossa cara, para nos dizer o que fazer’.

Em sua fala Jair Bolsonaro reiterou a afirmação de Mendes, ao destacar que a assinatura do programa mostra que o Brasil está sim preocupado com a questão ambiental e vai trabalhar para associar preservação e desenvolvimento econômico. “Esse momento da revitalização da bacia Araguaia e de outras é o maior exemplo que podemos dar para o mundo que somos sim preocupados com o meio ambiente. Porém, nossa primeira missão é não atrapalhar quem quer produzir”, ainda disse.

“Juntos Pelo Araguaia”

Baseado na experiência comprovada do Instituto Espinhaço em Minas Gerais, o projeto é o maior programa público de recuperação e revitalização de bacia hidrográfica no país, em um esforço conjunto entre os Governos Federal, de Mato Grosso e de Goiás.

O programa prevê a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradadas em 27 municípios da região do rio Araguaia, sendo 5 mil em cada um dos Estados, Mato Grosso e Goiás. Entre as ações previstas pelo projeto estão a reposição florestal, plantio de mudas nas margens da área e conservação do solo de áreas degradadas em toda a região do rio. O grande objetivo é assegurar a disponibilidade de recursos hídricos para as próximas gerações.

Na primeira etapa, o objetivo é recompor as florestas protetoras de áreas de preservação permanente e manejar pastagens e atividades agropecuárias com tecnologias de agricultura de baixo carbono, bem como implantar sistemas agroflorestais nas zonas de recarga de aquíferos, nas cabeceiras e nos afluentes que formam o Rio Araguaia.

Privilegiando as cabeceiras do rio que corta cinco estados em um percurso de 2600 quilômetros, a área de abrangência da atuação em Mato Grosso engloba os municípios que compõem o Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Araguaia: Alto Taquari, Alto Araguaia, Alto Garças, Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu, Guiratinga, Pontal do Araguaia, Tesouro, General Carneiro, Barra do Garças.

Políticos presentes no evento

Também estavam presentes no evento o governador de Tocantins, Mauro Carlesse, os ministros Onix Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Meio Ambiente), Ricardo Salles (Meio Ambiente), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Floriano Peixoto (Secretaria Geral) e Marcelo Alvaro Antonio (Turismo), além dos secretários mato-grossenses Mauro Carvalho (Casa Civil), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), Silvano Amaral (Agricultura Familiar) e Basilio Bezerra (Planejamento e Gestão).

Ainda estiveram na cerimônia o senador Wellington Fagundes, os deputados federais José Medeiros, Neri Geller e Nelson Barbudo, os deputados estaduais Eduardo Botelho, Dilmar Dal Bosco, Max Russi, Dr. Eugenio, Ulysses Moraes, Delegado Claudinei, Eliseu Nascimento, Xuxu Dal Molin e Silvio Fávero, dentre outras autoridades.

VÍDEO

Fonte: O Bom Da Noticia
Jornal Página do Estado

Leia também:

Selma Arruda adere à campanha para investigação do Poder Judiciário

A senadora Selma Arruda (PODE), depois de uma carreira como juíza, agora se une ao …