Jornal Página do Estado

Mauro nega aproximação e manda prefeito parar de mentir

Marcus Vaillant

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a descartar qualquer tipo de aproximação com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, (MDB).

Questionado se tinha feito as pazes com Pinheiro, Mendes foi taxativo: “Não sei da onde o prefeito tirou isso. Se ele (Emanuel Pinheiro) quer fazer as pazes comigo, ele tem que parar de mentir”, disse nesta quarta-feira (14).

A resposta é em relação a entrevista dada pelo prefeito a TV VIla Real na semana passada, quando questionado se teria intertesse em ter o apoio do governador e do DEM em uma eventual candidatura a reeleição.

“Sou o homem mais feliz do mundo por ser o prefeito nos 300 anos da cidade onde nasci. Minha gestão inspira paixões, minha gestão está contagiando a população e está contagiando os partidos (…) Acho que o Mauro Mendes já está contagiado porque ele ama Cuiabá, ele foi prefeito de Cuiabá, e e está vendo o que estou fazendo, terminei muitas coisas que não deu tempo pra ele concluir, melhorei muitas coisas que ele fez, fiz outras que ele não fez”, declarou Emanuel recentemente.

Pinheiro também disse que os gestores tem que ser comparados por cima e que espera que o próximo prefeito faça muito mais que ele.

“Não tenho nenhuma dúvida, de que no fundo do coração, Mauro está muito feliz porque Cuiabá está muito bem administrada”, completou.

A declaração de Mendes confrota a postura adotada por Emanuel Pinheiro, que se declara “Emanuelzinho paz e amor”, e que busca aproximação do Palácio Paiaguás para participar das discussões a respeito da retomada ou não do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Ex-aliados, Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro romperam a relação durante as eleições de 2016, quando o emedebista decidiu disputar a prefeitura antes mesmo da desist~encia de Mauro a ir a reeleição.

Pinheiro iniciou a campanha com críticas contundentes o que irritou o atual governador, que na época ainda era prefeito.
De lá pra cá, a relação entre ambos é de troca de farpas, tanto que Eamnuel Pinheiro decidiu apoiar outro candidato ao governo em 2018, mesmo com o MDB na chapa liderada por Mendes.

Fonte: Gazeta Digital

Jornal Página do Estado

Leia também:

Bolsonaro lista no Twitter medidas recentes do governo

O presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou em sua conta na rede social Twitter neste …