Jornal Página do Estado

Projeto cria programa de incentivo ao futebol feminino

Lei propõe parceria com agente público e privado para estimular inserção das mulheres na prática esportiva.

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor do Projeto de Lei 221/2019 que institui em Mato Grosso o programa de incentivo à prática de futebol feminino.

Na propositura da lei, o termo futebol abrange as diversas modalidades desta prática esportiva, o que envolve futebol de campo, salão (futsal), futebol society e futebol de areia.

O programa de incentivo à prática de futebol feminino estimula a realização de torneios, campeonatos e eventos, bem como a destinação de espaços voltados a prática de futebol feminino.

Esses incentivos deverão ser desenvolvidos nas escolas da rede estadual de ensino bem como nos equipamentos esportivos e parques ambientais administrados pelo poder público.

Caberá ao Poder Executivo, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, adotar as medidas necessárias para regulamentação da lei, o que permite a celebração de convênios com agentes públicos e particulares.

O deputado Wilson Santos argumenta que o projeto de lei tem a finalidade de contribuir com a superação de dificuldades de inserção das mulheres no futebol feminino.

“As mulheres vêm conquistando cada vez mais espaço em lugares inimagináveis em tempos pretéritos, mas no futebol o cenário é completamente diferente, sobretudo em nosso país. Embora o Futebol Feminino apresente um imenso potencial, a falta de incentivo a sua prática tem representado um entrave para o desenvolvimento do esporte, que tem como principais demandas: melhores condições para treinamentos, campeonatos e de carreira, além do enfrentamento ao preconceito e a pouca estrutura da modalidade”, diz um dos trechos.

Fonte: ALMT

Jornal Página do Estado

Leia também:

Indicações apontam necessidade de melhorar estrutura de escolas em Tangará da Serra

As escolas estaduais a serem beneficiadas são: Hélcio de Souza, 13 de Maio, 29 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *